Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

1 de março de 2007

Post contra o corrupio do tempo que ofusca a memória

«Um dos mais curiosos aspectos da Internet é o facto de todos os dias novas pessoas descobrirem coisas antigas, o que as faz parecer novidade. É engraçado seguir alguns destes processos.» — abro assim, na coluna web 2.0 no Expresso online, o que considero o meu melhor post dos últimos tempos.

Tem por título efeitos secundários da ausência de tempo e de memória. Mais dois parágrafos, já da parte final:

«Graças aos motores de pesquisa, mas sobretudo a ferramentas de tracking como o Technorati, fica mais fácil distinguir quem acrescenta valor à informação, quem vai ao baú dos gurus dos anos 90, baralha e dá de novo para parecer que tem uma mão de trunfos, e quem se limita a acrescentar os seus two cents na Grande Partilha de Conhecimento em que a web 2.0 tornou a Internet.

Menos fácil de seguir, porque é preciso alguma memória que se some à capacidade das ferramentas digitais, é a “reinvenção” cíclica de “rodas” como os micro-pagamentos ou a economia dos custos marginais. Alguns dos business models que veneramos como eurekas! da web 2.0 não passam das aplicações práticas do que teóricos do século passado tinham documentado»

Ler completo no Expresso online. Termina com um desafio ao leitor. Um desafio com uma recompensa em dinheiro (leu bem).