Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

10 de novembro de 2020

Terça-feira, 10 de novembro de 2020

Hoje começo uma nova secção. Ou experiência? Há assuntos que não se esgotam num dia. O primeiro assunto da semana é a vacina da Pfizer/BioNTech. Já lá vamos.

Canseira: Twitter e Facebook. Excitação: Discord e email.

Eu não sou constitucionalista mas. As reações dos constitucionalistas — e dos juristas avulsos que as televisões convidaram na falta de um constitucionalista e que apresentaram na mesma como peritos, peritos como tu e eu, de bancada— ao novo pacote de medidas do Governo foram sem exceção norteadas pelo combate partidário. (OK: num ou noutro caso inflar o ego superou o partidarismo…) Não há ali nada contra a CRP. Há apenas a tentativa de poupar tempo, recursos e arrelias.

Extra! Extra! Direita portuguesa num dos seus raríssimos momentos de auto-crítica! Extra! Extra!

É preciso deixar bem claro que as direitas democráticas não têm terreno comum com os iliberalismos”. Esta e outras demarcações por um grupo de intelectuais, muitos ligados à antiga blogosfera da qual saiu a deriva passista do PSD, a ruína do CDS e a Iniciativa Liberal. No Público (where else?)

Pensamento para o dia.I believe that many of the limitations that machine learning algorithms face right now are caused, in part, by the absence of an integrated conception of conceptual cognition. Driven by the empiricist’s spirit lying at the bottom of the representational theory of mind –which is the default position in cognitive science– the connectionist (or neural network) models have devoted too much attention to feature vectors activities, leaving the inferential relationships between concepts completely out of the discussion.Federico Castellano em What can Philosophy teach Machine Learning?

Assunto da semana: vacina da Pfizer/BioNTech para a COVID-19

Segunda: Pfizer e BioNTech emitem press-release dizendo que a sua vacina foi fortemente eficaz nas fases de testes, excedendo as expectativas com resultados que provavelmente serão alcançados com entusiasmo cauteloso e grande alívio. Guardian, statnews.com. Sublinhemos o cauteloso: Nature.

Terça: Comissão Europeia quer seis potencias vacinas para distribuir na União e vai assinar um contrato de aquisição com BioNTech e Pfizer. O consórcio disse que o preço de cada conjunto de dois shots estará abaixo do “preço típico do mercado” e será diferente para regiões e/ou países. euronews.pt, Reuters.

Opiniões

Mariana Mortágua sobre o PSD: Os Açores não são um offshore constitucional, Dr. Rio. jn.pt

Manuel Carvalho em editorial sobre a pandemia: O que de facto importa no estado de emergência. publico.pt