Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

24 de novembro de 2020

Terça-feira, 24 de novembro de 2020

Nesta edição:
🤯 ogres
🍄 veggies
👍 Certamente!
🦠 Marcelo
🤗 Ana!

O dia num número: há 700.000 cidadãos sem abrigo nas ruas da União Europeia, um aumento de 70% em dez anos. 13 ogres votaram contra e 32 goblins abstiveram-se de aprovar uma resolução que pede medidas aos Estados-membros para tirar todos os sem-abrigo das ruas até 2030 e avança soluções. Gostava de saber se algum euro-deputado português fez parte da minoria negra.

Para além do hambúrguer vegetariano: comer plantas é uma solução climática”. OK, é um bocado redutor. Mas aceita-se: Hothouse solutions é uma newsletter dedicada à ação climática. Recomendo aos que se importam e aos que não se importam.

👍 👍 👍 Depois de anos num estado de semi-abandono, o meu endereço web paulo.querido.net cumpre novamente a função de conter e organizar uma parte substancial do que escrevo de há mais de 20 anos para cá. Estou particularmente satisfeito com a escrita invisível, que é o código em que o site assenta. É completamente artesanal, foi todo feito à mão. É uma aplicação escrita em Node.js que é ao mesmo tempo web server e sistema de cache rudimentar (baseado em ciclos temporais). Ocupa menos de 80 MB de memória. Podia estar numa máquina de 2,5 dólares e aguentava na maior picos de 200–250 vezes o tráfego que tem.

Não há Wordpress (um monstro, obrigam-te a usar um 747 de carga para transportar um envelope com um A4 dentro), nem nenhum CMS, nem uma base de dados SQL ou nosql. Nada.

Os conteúdos estão guardados em ficheiros de texto num formato amigável para humanos e algoritmos chamado YAML (um acrónimo recursivo que significa “YAML Ain’t Markup Language”, em português, “YAML não é linguagem de marcação”).

É tudo simplicíssimo, humaníssimo, rapidíssimo. Exatamente como eu queria, e daí a satisfação.

Já te disse que o site é rapidíssimo?

Foi ontem e fiquei a matutar. O Presidente da República chamou a Belém as ministras da Saúde e da Justiça para explicarem o surto de COVID-19 nas prisões. Parece-me uma clara violação da CRP, tendo Marcelo entrado pelas competências do Governo. Uma vez mais, é verdade, mas desta vez de forma muito notória. Contudo, não vi a imprensa iluminar o flagrante delito. Além de não faltar matéria, um vice-presidente da bancada do PSD falou sobre o assunto numa conferência de Imprensa na Assembleia.

24 de novembro de 2004: à hora a que escrevo esta entrada (18:15) conduzia eu pela A6, viajava sozinho e fui a cantar a plenos pulmões fazendo coro com Gloria Gaynor em I Will Survive! e a deixar o passado pelo retrovisor. Uma hora depois conheci a Ana. 16 maravilhosos anos e mais todos os que vierem!

Opiniões

Manuel Carvalho escreve sobre primeiro-ministro e Conselho Europeu: O espectro do populismo a pairar sobre a presidência portuguesa. Público 👉

Valupi escreve sobre pandemia e Marcelo Rebelo de Sousa: Oratória, alquimia da comunidade. AspirinaB 👉

Raquel Varela escreve sobre verdades e Governo: Os “Grupos pela Verdade” e a qualidade da informação pública. RaquelVarela 👉

Felipe Pathé Duarte escreve sobre vitória e Donald Trump: Crónica de uma Resignação Anunciada. DiárioDeNotícias 👉

Duarte Marques escreve sobre euros e Governo PSD: O enganoso rugido do senhor João. Expresso 👉

José Soeiro escreve sobre pobres e Ventura: Rio sabe bem falar chegano. Esquerda👉

José Joaquim Ferreira dos Santos escreve sobre democracia e Trumpismo: Cuidar da democracia. Esquerda 👉