Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

31 de março de 2008

A arte do desenrasca está, aos poucos, a mudar de cultura

plasmaangolano.jpgOs portugueses acham-se uns desenrascados e, julgo eu, com razão. Tem sido uma das características do “nosso povo”, da nossa cultura.

Na directa proporção em que vamos retocando a pintura com produtos de marca, abandona-nos a necessidade que aguça o engenho.

Felizmente (para o engenho) parece que deixámos exemplos a povos por esse mundo fora. Este plasma angolano, a qualquer título espantoso, podia ter estado numa parede dos arredores de Santa Marta de Penazelo nos anos 80. (via Ma-schamba).