Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

7 de outubro de 2008

Speedlink

Recomendações de leitura para hoje.

Micro Persuasion: The Collaboration Economy Gloom and doom are everywhere this fall. So I am not going to perpetuate it. Instead, I see the global economic meltdown finally kicking the industry into gear toward becoming more efficient, open and collaborative. The ad industry is woefully inefficient and siloed. During flush economic times we got proprietary, fat and lazy. Things have to change.

How start-ups can survive | Webware : Cool Web apps for everyone – CNET

Direito & Economia – Regulation matters Afinal, quem vale ao tão celebrado mercado, esse mecanismo que maravilha liberais e outros enviesados mortais, é mesmo o good old Estado – de manápulas bem esticadas, a segurar os colossos financeiros que ameaçaram arrastar, na derrocada, o simulacro de ordem pública em que vive o mundo globalizado nascido para o lucro.

No país dos comentadores at Aspirina B “A blogosfera aumentou exponencialmente esta lógica da lamúria como intervenção social preferida, por razões evidentes decorrentes do próprio meio. O resultado? Os intervenientes em blogues, e em caixas de comentários da comunicação social digital, juntam-se aos profissionais da opinião e tornam-se parte da política-espectáculo, da indústria da opinião, sendo totalmente ineficazes como força de construção cultural ou profilaxia cívica.” Especial atenção aos comentários, que têm preciosidades como esta: o Mia Couto é um mero amador, ao lado dos criadores de neologismos da blogosfera”

Um livro por semana Apresentação da primeira antologia de micro-ficção portuguesa» de Rui Costa e André Sebastião. Micro-contos notáveis, como esta história sobre jornais, de Henrique Fialho: «O jornalista barricou-se na primeira página do jornal onde trabalhava. Não queria nada para si, reivindicava apenas um pouco de jornalismo na capa.»