Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

2 de fevereiro de 2010

A calhandrice

Entretanto, o lado dos maus passa a ter mais um título de respeito (bem-vindo, JN), o socialismo criou mais um mártir e o texto censurado pode ser lido em qualquer blogue e em qualquer jornal perto de nós.

Eu já conversei nas redes sociais quanto baste sobre este tenebroso episódio, revestido de métodos pidescos, com a conivência do Sindicato dos Jornalistas e que constitui mais uma machadada na credibilidade do jornalismo doméstico. Fica a citação do post de Rogério da Costa Pereira no jugular, que faz a síntese e me poupa trabalho: PM e Ministros decidem, em conversa num restaurante, tramar o jornalista Mário Crespo

Também não é má ideia lerem Marco Santos: Uma tragédia de proporções crespológicas.