Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

21 de abril de 2008

SIC deixou o Sapo

siconline.jpgA SIC deixou o Sapo, mas mantém-se como uma marca subalterna: passou do endereço sic.sapo.pt para o endereço sic.aeiou.pt.

Passou também a apresentar parte da sua opinião no que chama de blogues, embora ainda não estejam disponíveis na primeira página (dizer ainda é presumir que um dia estarão; é no entanto uma presunção minha, não faço ideia dos planos da estação).

Aparentemente, os blogues são fornecidos tecnologicamente pelo Sapo.

Posso dizer que não estou surpreendido com esta mudança. Há pelo menos dois anos que a saída do Sapo era falada.

Também sem surpresa, a opção pelos “blogues” da casa é a opção mais difícil e cara — como não constitui novidade para quem dirige a casa. Aqui, como na decisão da subalternidade da marca SIC em termos de domínios, o significado é claro: desta vez, venceu a tese de “grupo”.

O problema é que noutras vezes a tese de “grupo” foi derrotada. Não que eu a defenda ou condene (é opinião reservada): o que é evidente que não é positivo são estas oscilações de política, ontem apostámos na marca Expresso, hoje apostámos na marca Aeiou, e amanhã?

Este continua a ser um momento delicado para o grupo Impresa, com as suas marcas a marcarem passo enquanto a web social avança a passos largos.

Como mantenho a ligação ao grupo através do Expresso Multimedia, não andiantarei mais sobre isto. Fica a informação da mudança.