Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

25 de junho de 2007

A boa reputação e a má reputação

Hoje recorremos à sabedoria da multidão para quase tudo, mas à medida que os sistemas do crowdsourcing se tornam mais populares, são vítimas de uma resposta previsível: a emergência de esquemas para os desvirtuar e instrumentalizar, que vão dos scammers e spammers à manipulação das massas. Um bom nome para isto é crowdhacking, sugere Annalee Newitz numa peça da Wired já com meses (é da edição de Março) mas que só hoje li (e não perdeu actualidade nenhuma, devo dizer).

Em herding the Mob relata uma experiência que comprova a importância da reputação online on the Web. We let strangers tell us who to trust, what to read, and where to go. Which means your good name can be worth real money. And reputation hacking can be big business.

In some cases, crowdhackers are looking to boost sales or increase traffic to their Web sites. In other instances, they’re simply ripping off unsuspecting consumers. Either way, the more we base decisions on the wisdom of crowds, the greater the incentive to cheat.

Em Portugal os websites de social media são conspurcados por caça-links para fazer subir o pagerank (esforço nada inteligente, diga-se de passagem) e pouco mais. Já nos blogues se nota uma desatenção à história da manipulação de massas. Sobretudo nos blogues que se esforçam por dar nas vistas enquanto instrumentos de política, podemos encontrar claros exemplos de descuido. Subscrever teses e ideias com base na partilha de pontos de vista é uma coisa boa — mas também é uma coisa inocente. Autênticos passaritos para as garras afiadas dos manipuladores profissionais.

Não levem as minhas palavras para o lado da crítica, que eu não estou nem aí (e carne para canhão sempre houve e haverá, no ilusions). Apenas reflicto sobre os caminhos e o futuro da web social, sobre o que pode acontecer a prazo por estarmos a confiar demais, maravilhados com os seus lados brilhantes, em mecanismos de intermediação não-humana como a busca e os rankings.

O poder às pessoas uma maravilha é. Evitar que se torne um pesadelo, temos de.