Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

24 de julho de 2006

A hora do jardineiro

Pouco tempo depois do turno da noite o deixar a repousar na mesa da varanda, as teclas do portátil voltaram a trabalhar. O dia amanheceu assim. Passado de mão em mão, geração em geração, num (agradável) ritual de férias nunca antes experimentado.