Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

31 de março de 2006

Audiências de blogs: os maiores disparates. No sítio do costume

«No que se refere aos dias da semana, o Domingo é o mais utilizado para aceder a blogs (com 509 mil utilizadores únicos), enquanto a sexta feira é o dia de menor adesão a este tipo de páginas (450 mil). Em qualquer dos casos a hora de maior afluência a blogs, com 266 mil portugueses ligados, ronda as 22 horas e 20 minutos, diz a Marktest» (tek.sapo)

Não basta um disparate tão evidente que não há um único blogger que não gargalhe ALTO, (o domingo ser o dia com mais leitores!!!), a Marktest tinha de insistir em cometer mais alguns. Como a da hora de maior afluência ser depois das 22.

Perguntas: onde vai a Marktest buscar estes dados? Inventa-os? Tem um saco onde alguem mete a mão e tira bolinhas com números?

Não. Coloca um software próprio em 1000 lares de portugueses e depois “analisa” os dados recolhidos. Isso basta-lhe para se apresentar como «um estudo regular, do tipo painel, que pretende ser a referência do mercado, no que diz respeito ao objectivo de conhecer o comportamento da navegação na Internet dos portugueses» ou, dependendo da página do conjunto de websites da empresa que visitemos, afirmar que «o NetPanel é o estudo nacional de audiências de Internet, iniciado em 2002 pela Marktest».

Os resultados práticos são os mesmos. Zandinga não faria pior.

Agora imaginemos uma empresa que pretende desenvolver acções de marketing na blogosfera. Consulta os “especialistas” com “provas dadas”, claro está, e aponta baterias ao domingo à noite para promover um banner ou um inovador anúncio por RSS, por post, qq coisa. Vai ficar decepcionada com os resultados, é claro que vai ficar desapontada com os resultados. E eventualmente culpar os copy-writers, a agência, quiçá a blogosfera. Quem se atreveria a pôr em causa os “especialistas” da Marktest?