Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

14 de maio de 2005

Bolas

Bolas para as bolas. Duas bolas de plástico que fazem não-sei-o-quê entre a embraiagem e a caixa de velocidades do meu Corsa decidiram que era tempo de se quebrarem. Resultados: não pude ir a Évora à mesa redonda sobre blogues (link) organizada pelo Forum Social Português; e vou ter de esportular 150 euros, no mínimo, pela substituição da dupla peça completa, onde encaixam as ditas cujas bolas, agora com bolas incluídas, mas segundo me dizem já bolas de ferro (não partem; espero que não enferrujem depressa). É tramado, isto de por causa de duas pequenas bolas de plástico se ter de substituir uma peça inteira, com 40 centímetros de ponta a ponta, e diversos mecanismos intermediários. É tramado, isto das peças de substituição nos automóveis. É tramado, isto do mercado. Mas como se sabe, sem mercado não haveria vida ao cimo do planeta Terra.

Desculpa Rui Tavares.