Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

11 de fevereiro de 2007

Censura, ameaça e intimidação por interpostas mãos

Os últimos meses na blogosfera numa frase lida abruptamente: «em tempos, o Herman disse-me que o pequeno poder (e, às vezes, não tão pequeno como isso) sabe encontrar maneiras de pressionar no sentido de fazer censura sem sujar as mãos, de ameaçar sem poder ser denunciado, de intimidar sem aparecer» (RAP em Gato Fedorento)

Um dia destes volto ao tema da censura. É um tanto paradoxal e muito provavelmente é uma pontualidade, um acidente de percurso, mas a liberdade de expressão na web está a diminuir. Cass Sunstein explica alguma coisa (mas não tudo) no excelente Infotopia: How Many Minds Produce Knowledge (Oxford University Press, 2006), que não recomendo aos três ou quatro leitores cujo índice de adrenalina subiu assim que me leram o título deste postal.