Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

28 de janeiro de 2007

Como ter entradas estendidas no Blogger

Vi-me grego para resolver parte do desafio que o Daniel Oliveira me colocou quando fui aceite no Sim ao referendo: ajudar com um truque capaz de colocar as entradas estendidas num blogue editado via Blogger.

Desde já vos digo que pensei que era mais fácil, talvez porque estou mal habituado em termos de editores: sempre usei sistemas competentes, entre os quais destaco o Movable Type e o WordPress, mais adequados à função da escrita diarística.

Primeiro, tentei enxertar código que já uso noutros locais, como no Blogservatório, por sua vez adaptados de algures. Mas a solução não me agradava: exigia que o autor editasse o post em HTML, coisa que num colectivo daquelas proporções não é aconselhável. Mesmo contando com a boa vontade dos editores, era demasiado arriscado: um paste mal feito ou um dedo numa tecla — e lá se ia a formatação.

Vasculhei as ajudas do Blogger baseado na convicção, quase sempre acertada, de que já alguém tinha tentado as extended entry e certamente havia uma solução pronta a usar.

Não havia. Não há. É impressionante como o editor de blogues mais usado no mundo é tão fraco. Mesmo a segunda versão, tão afamada e que esteve em beta tanto tempo, ao nível do utilizador é indigente. E não admira porque cada vez mais pessoas largam o Blogger e aderem ao WordPress e aos outros alojadores/editores, incluindo os nacionais.

Encontrei duas formas de fazer a coisa — mas uma foi logo eliminada pois não era uma parte da entrada que se estendia, era todo o post a partir do título. Redesenhando a coisa ainda se podia lá ir, mas era fazer tudo de novo e não dispunha desse tipo de tempo. A segunda no brasileiro irritante que é o único português do Blogger: como crio resumos de postagem expansíveis? Talvez tenha sido adequada aos anteriores templates, mas nos novos, ou pelo menos no do Sim ao referendo, não funcionou. Muito provavelmente, minha falta de tempo para aprender as novas codificações do Blogger, investigar e emendar os erros. Novas codificações que me pareceram pouco mais que repetições das anteriores, somado algum esforço para widgetizar o conjunto, com fracos resultados, dirá qualquer utilizador de WordPress.

Finalmente rendi-me às evidências. Pesquisei por aí. Fui parar ao grupo de ajuda do Blogger. Encontrei a resposta. Está aqui. Foi só copiar e traduzir.