Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

26 de novembro de 2004

Declarei guerra aos spamísseis

Ao contrário do que pensei inicialmente não era o scriptMT-Blacklist que estava erraticamente a prejudicar os comentários nalguns blogues. Enfim, não directamente: ele limitava-se a correr tantas vezes, porque era obrigado, que tornava o sistema lento. Mas na generalidade o meu faro estava certo. A verdade é esta, meus amigos: os spammers descobriram os weblogs aqui alojados e apontaram-nos os seus canhões. Canhões, não: verdadeiros spamísseis equipados com ogivas quase termonucleares! que chovem sobre o servidor à razão de algo como, estão sentados? 2.500 por dia! Nos picos “caem-nos” em cima dez spamísseis por segundo! Até caí da cadeira quando confirmei o número, não fazia ideia da GRAVIDADE.

As defesas começaram a ser montadas de forma drástica no minuto seguinte à conclusão da investigação. Porém, hoje mesmo valores mais altos se levantaram aqui no weblog.com.pt com a conversa que mantive esta manhã (ver post seguinte) com o representante na Europa da Six Apart, os donos do Movable Type. As notícias são boas, muito boas, tão boas que ficam em segredo mais uns tempos (assim me comprometi) — mas têm um pequeno senão: até terça-feira a equipa do weblog.com.pt andará muito ocupada por causa delas pelo que peço pessoalmente a vossa compreensão para alguma demora minha a responder a e-mails.

Entretanto devem os possuidores de blogues com MT 2.66, que são os maiores prejudicados, fazer o seguinte: reconstruam o vosso blogue. Só peço que o façam com cautelas pois a reconstrução ocupa IMENSOS recursos do sistema.

Reconstruam de preferência no horário nocturno ou pelo menos fora da hora de ponta, que é entre as 15 e as 19 horas..

Reconstruam uma secção de cada vez. Prioridade absoluta ao Main Index — que de qualquer forma é reconstruído sempre que meterem uma entrada ou alguem comentar… Depois os arquivos individuais. Os outros não é necessário reconstruir.

Uma explicação simples. O endereço de comentário tem um formato comum, mudando apenas o número de cada post. Forte e feio, como mandam aliás as regras que encontrei, o que se vai fazer é mudar esse endereço, de forma a despistar os spamísseis que irão bater numa página inexistente. Mas não o posso fazer já — ou NINGUEM conseguiria comentar em nenhum desses blogues. É por isso que é necessário reconstruir: assim o sistema é “ensinado” a apontar para a nova página. E dentro de dias é então emendado o endereço.

Esta solução forte e feia não resolve o problema do spam. Porém é altamente eficaz durante um período de tempo. Não sei quanto tempo. Dias, semanas – até os assassinos generais do spam perceberem a marosca e redefinirem os alvos aos spamísseis. Espero que seja o tempo suficiente para a nossa equipa técnica preparar o sistema para, se for necessário, alterar o endereço dos comentários regularmente MAS DE FORMA TRANSPARENTE PARA OS UTILIZADORES, sejam autores ou comentadores.

Grato pela vossa compreensão. O weblog.com.pt superará mais esta adversidade – é uma garantia que posso dar hoje.