Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

29 de junho de 2006

Devia a Google ter comprado o MySpace?

Vai alta uma discussão sobre se a Google, Inc devia ou não comprar a MySpace. Tudo porque a Wired publica na edição de Julho um artigo intitulado His space, acerca de Rupert Murdoch, no qual coloca, em peça à parte, citações tiradas de contexto. Numa delas Murdoch diz que “aqueles gajos podiam ter comprado” o MySpace por metade do preço, mas pensaram: não é nada de especial, podemos fazer aquilo.

A frase não significa necessariamente o que parece: que Murdoch soube de algum interesse da Google, que houve efectivamente interesse da Google. Pessoalmente, sou dos que pensam que nada disso aconteceu em primeiro lugar, e que Murdoch estava a falar para o ar, com toda a naturalidade.

Há argumentos interessantes como os de John Batelle. De um ponto de vista estratégico, talvez a compra fosse um tiro no pé. Mas do ponto de vista eminentemente económico, teria sido uma boa jogada. Não apenas a Google cimentava a sua liderança na Internet, como poupava uma pipa de massa (contas de Robert Young na GigaOM). É que o tráfego custa dinheiro.