Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

28 de janeiro de 2006

Eu sinto que a alma cá dentro se acalma

EU SINTO QUE A ALMA CÁ DENTRO SE ACALMA. Nos versos que canto.

«… Que deu voz ao vento

Luz ao firmamento

E deu o azul às ondas do mar…»

(vénia aos estudantes da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto – link)