Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

10 de outubro de 2006

Google: Eric Schmidt confirma compra do YouTube

Está por todo o lado (a blogosfera tem andado entretida noutras coisas, restam os jornais e a blogosphere). Eric Schmidt, CEO da Google, Inc, confirmou a aquisição do YouTube. São 1.310 milhões de euros.

Nunca a Google gastara tanto em compras. Mas justifica-se: a fusão dos dois principais serviços de difusão de video torna a Google um respeitável gigante com um poder negocial agora muito mais temido. As “negociações” dos “proprietários” de “direitos autorais” vão levar um merecido revés. A indústria americana e mundial de televisão vai ter de aceitar novas regras — basicamente, o que Schmidt, Page e Brin quiserem que seja, será.

É a salvação do YouTube, que sozinho acabaria por soçobrar aos ataques judiciais. Não tinha estrutura nem poder. Os milhões de VC estavam a gastar-se a Grande Velocidade em largura de banda. Mas eis um investimento que agora ninguém lamentará ter feito! A omnipresença do Google, cuja estrutura de servidores e conexões cada vez mais se confunde com a Internet, vai aumentar a proporções divinas. Ou diabólicas. Quem sabe. Mas a concentração só pode dar em preocupação, por muito que gostemos da dupla fundadora do Google, da sua boa imagem e da vingança de Schmidt sobre Gates. (E há quem não goste…)

Press-release da Google: Google To Acquire YouTube for $1.65 Billion in Stock.

( Soube pelo Engrenagem do João Pedro Pereira, graças ao meu feed de frescos)