Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

20 de agosto de 2005

La différence entre

Soares arrisca-se a ter um resultado menos bom (estou a ser bondoso) que, sendo de quem é, só poderá ser lido como um embaraço para a esquerda, manchará o ocaso da sua carreira política (honra lhe seja: isso pouco o importa) e deixa o PS (e por arrasto o Governo) perante uma segunda-feira deprimente e um futuro a breve prazo muito, muito cinzento.

Uma derrota de Alegre, mesmo com números piores (e não há por agora sondagem ou estudo algum que diga que ele teria números piores), seria sempre encarada como um mal menor, os socialistas e outros “esquerdistas” podiam sempre resmungar entre dentes que «tínhamos um candidato fraco» e na segunda-feira seguinte todos voltaríamos ao trabalho, Cavaco incluído, esquecendo o assunto mais depressa que uma derrota do Sporting no campeonato.