Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

5 de dezembro de 2007

Luis Carmelo sobre Vasco Pulido Valente e Miguel Sousa Tavares

A visão milimetricamente classe média (sem medo: burguesa) de Luis Carmelo a trespassar alegremente a “querela antiga” entre Miguel Sousa Tavares e Vasco Pulido Valente.

Como suspeito que a blogosfera lê pouco ou nada o Expresso online (faz mal), aqui abro os apetites:

Há sardinhas assadas e algum sorriso no olhar crítico (por vezes tão contundente quanto folgazão) de MST.

VPV não desmonta, mas escarnece. Um pouco à moda dos expressionistas que não viam, mas tinham visões. Por vezes luminosas.

Um e outro denotando problemas com os vestígios da velha ideia sacralizada de “Escritor” (“Como todos os historiadores sou um pouco escritor…”, diz VPV; os escritores acham-me um “intruso” e sou “alérgico ao espírito gregário da classe”, diz MST).

(em M. S. Tavares e V. P. Valente: uma querela antiga)

Já agora, passem os olhos por um texto meu, Hotmail não, por favor.

naohotmail.jpg

[ E não esqueça a sugestão da semana: Atlântico expresso, a correspondência entre dois jornalistas com um oceano pelo meio. ]