Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

15 de maio de 2006

Não batam mais no ceguinho

Compreendo Paulo Gorjão nesta nota solta. Não gostei de ver os colunistas de Imprensa a reagir, quase em uníssono, ao livro agastado de Manuel Maria Carrilho. A mim cheira-me a bater no ceguinho.