Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

18 de novembro de 2004

O cúmplice subjectivo

Ele há com cada desonestidade factual que só lida, contada ninguém acredita.