Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

3 de janeiro de 2007

O sistema em versão Pedro Ferraz da Costa

Se calha pensar escolher uma pessoa para simbolizar este país, vem-me sempre ao pensamento Pedro Ferraz da Costa. Portugal é um país de pedros ferrazes das costas de todos os tamanhos, origens, bolsos e feitios. Este Grande Empresário (e amigo dos seus empregados, fiquei a saber por um dos muitos leitores que aqui chegam demandando no Google por Pedro Ferraz da Costa, e sublinho seus, dele, e sublinho empregados) acaba de dizer na SIC Notícias: «há culpas das empresas, há culpas dos trabalhadores e há muitas, muitas culpas do sistema».

O Benfica não ganha o campeonato? A culpa é do sistema. O futebol ‘tá mal? A culpa é da corrupção do sistema. A administração emperra? Dez comissões apurarão que, sem dúvida, a culpa é do sistema. Os trabalhadores produzem pouco? A culpa, fiquei hoje a saber, é deles mas é sobretudo do sistema. Os coitadinhos dos empresários, esses Grandes Sacrificados, não conseguem aumentar os lucros? A culpa é do sistema. A economia perde terreno para os desgraçados (hum… a história oficial devia ser revista, não?) dos pobretanas do Leste da ex-cortina? Mandem já guilhotinar o maldito do sistema!

As televisões não conseguem melhores comentadores que Pedro Ferraz da Costa? Não vamos mais longe: a culpa, só pode ser, é do sistema.