Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

28 de novembro de 2005

Os blogues de direita continuam em grande forma

OS BLOGUES DE DIREITA CONTINUAM EM GRANDE FORMA. Quem o diz é José Mário Silva ao DN de hoje. De acordo. Ora, a direita tem aí um azar: a desproporcionalidade das forças de direita em presença. Com a ascenção de Cavaco Silva a timoneiro da pátria inteira, esvaziar-se-á em grande parte o partido principal da direita. Que enfrentará um dilema ou dois, na pessoalíssima figura de Cavaco, o homem que mais benesses captou e distribuíu pelos afiliados e aparentados. Atraídas pela “luz”, centenas de “vespas” se atrelaram à vitoriosa campanha; mas agora o bodo será muito reservado, nada aos pobres, apenas a círculos muito restritos de assessores e convidados para viagens, no jobs e muito menos subsídios. Pouco bolo para muita boca.

Se chama a si o poder para calar as bocas com pão e croquetes, cai-lhe o país (e o “regime”) em cima; se o não faz, cai-lhe a direita (as direitas) em cima. Ora, Cavaco pode parecer mas não é pacóvio e os galifões partidários, come-os ele ao pequeno almoço.

Logo, Cavaco presidente não augura nada de bom para a direita. Ou as direitas: o PPD, o PSD o CDS e o PP, as quatro correntes que, afuniladas (amordaçadas) num partido e meio, tiveram acesso às prebendas do poder em duas décadas das três da vida democrática portuguesa e agora se poderão voltar a dividir, mais os deserdados e, ainda, os famintos e os jovens turcos que, debaixo da “moderna” designação de liberalismo, procuram respectivamente o seu quinhão do bolo estatal e uma ligação à Grande Teta do Estado que, por mais ideologias e outras demagogias que se invoquem, ainda é o único empregador que dá muitas garantias com poucas exigências.

A direita está perigosa. Como prova a “grande forma” em que estão os respectivos blogs, a braços com a autofagia — na ausência do “inimigo” ideológico das esquerdas. Depois de Janeiro veremos como Cavaco tratará Marques Mendes (aposto que como um mero funcionário) e aquele bom homem que no papel chefia dois ou três grupos de índios que já desenterraram os machados e aguardam a madrugada (aposto que olhará por ele como se fosse transparente). Comecem já a preparar os abrigos que a direita vai entrar em guerra.