Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

4 de agosto de 2005

Pelo menos agora vão dar por isso

Vejo nos telejornais. O impensável (bah… neste “país” tudo é pensável…) à nossa frente. A A1 coberta de fumo e lambida pelas labaredas.

Fechada a sua principal artéria, pelo menos agora as pessoas vão dar por o país estar a arder. Eu não sou bombeiro, não é essa a minha vocação, embora às vezes me apetecesse. Eu não posso fazer grande coisa. Talvez recordar. Recordar que nos últimos dois anos todos nós, na blogosfera, falámos no mesmo tom do mesmo horror que agora. Mais blogosfera houvesse nos anos anteriores, e estes registos viriam de mais detrás.

A 26 de Junho de 2004 escrevi aqui um texto onde dizia isto: Os responsáveis políticos de Portugal são Os Impunes. Ia recordar passagens do texto aqui publicado há praticamente um ano mas desisti. O melhor mesmo é relerem-no todo. Não tenho mais nada a acrescentar excepto esta nota: como se lerá, o texto podia ter sido escrito em qualquer ano do passado mas TAMBÉM do futuro.

O texto que se refere neste parágrafo foi publicado a 18 de Agosto de 2003. Escolho um período: Numa das aldeias que desapareceu do mapa, no distrito de Santarém, um habitante disse o mais importante e pungente que na minha opinião há para dizer sobre incêndios. Foi mais ou menos isto (transcrevo de cor a frase ouvida numa tarde de domingo na TSF): «há dez anos aconteceu o mesmo aqui. Que país é este?»

O futuro chegou hoje. Até sábado o calor é inimigo dos bombeiros e da propriedade pública e privada. E voltará a chegar no próximo ano. E no próximo e não em muitos mais além desse. Portugal já não será de facto um país. Ninguém lhe acudiu entretanto.