Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

20 de setembro de 2005

Perguntas malévolas

merecem respostas brutas. «Porque será que em todos os grandes casos de corrupção, o Estado – Social ou não – está sempre numa das pontas?» pergunta LR no Blasfémias.

Porque a corrupção entre privados chama-se bom negócio. Uma win-win situation, segundo dizem.

Os privados não são escrutinados. Pelo menos, não da mesma forma que o Estado (social ou não) o é. Porque opta LR por deixar cair isto — é lá com ele. Não passa de uma questão terminológica.