Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

26 de novembro de 2006

Suprema lata

Passei finalmente pelo blogue do não (à despenalização do aborto). Fui insultado logo no subtítulo. Escusado será dizer que não volto e desaconselho: sou um português prisioneiro.