Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

21 de outubro de 2006

Tempo suficiente para amar

«O tempo é o único bem verdadeiramente escasso» (Ana Roque fechando com esta chave de ouro a belíssima série dez chaves para uma relação feliz)

O segredo de uma relação marital — descobri eu com grande espanto quando, passado o cabo dos 45 e das duas separações, já não admitia voltar a relacionar-me maritalmente — pode ser condensado numa palavra: dar.

Dar tudo. Dar sempre. Dar sem nada pedir ou esperar. Simplesmente dar. Dar desbragadamente e com urgência e sem olhar para o relógio porque — lá está! — nunca haverá tempo suficiente para amar*. Atenção: só funciona quando praticado por ambos.

(* Robert A. Heinlein)