Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

17 de setembro de 2005

Tempus fugit

Tempo é dinheiro — disse o aluno. E dinheiro é tempo — pronto retorquiu o mestre com um sorriso, lembrando-se de outra conversa. São instâncias diferentes da mesma natureza — ensaiava a lição quando foi interrompido: — mas o tempo é o único bem escasso! O olhar do mestre percorreu dois parsecs até ao espaço-tempo do outro lado do mundo, mirando a surpresa. Demorou o olhar (o tempo é também instrumento de prazer, se assim o quisermos). E voltou à lição ali-então: — são apenas ocorrências diferentes. Com tempo obtém-se dinheiro. Com dinheiro compra-se tempo.

Respeitosamente, ninguém contra-argumentou. O mestre sorriu pela terceira vez.