Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

19 de janeiro de 2007

Um dia, um blogger será raptado?

Leio que a jornalista portuguesa Rute Monteiro está desaparecida no Líbano, provavelmente raptada quando se encontrava em serviço de reportagem. Infelizmente, um jornalista raptado já só é notícia no blogue de outro jornalista, no caso Olavo Aragão (C.P. 10.723) no Freelance.

O Olavo — que tive o privilégio de conhecer pessoalmente numa reportagem em Londres, há dois anos, eu para o Expresso, ele para uma revista cearense (viveu no Brasil) cujo nome já não me recordo — preocupou-se em relevar um assunto que caiu inexplicavelmente no esquecimento e cita o blogue árabe Lâ Tadhad (“Não Partas!”), que deu notícia do assunto no mês passado.

A blogosfera, que tanto e tanto se preocupa com os erros dos jornalistas, não poderia também preocupar-se com a saúde deles e as condições de trabalho? Será preciso que um dia, um blogger seja raptado, para chamar a atenção para este problema? Conhecem as estatísticas? 2006 foi o pior ano para os jornalistas desde 1994. 81 mortos, 871 prisioneiros, 1472 atacados ou ameaçados e 56 raptados — um dos quais penso ser a portuguesa Rute Monteiro (cf. Press Freedom Round-up 2006, RSF).