Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

24 de julho de 2006

Zune: cuidado, parceiros!

A Microsoft não acerta uma. A sua estratégia de manter pressão somente com vapourware (entre outros, o Vista que nunca mais sai é um exemplo gritante da estupidez conjunta dos media que tudo comem) teve mais um brilhante capítulo com os rumores de meses sobre o lançamento de um rival para o iPod da Apple.

Na semana passada veio a confirmação, finalmente. Uma “família de produtos” sob a designação Zune, o primeiro dos quais a lançar “até final deste ano” (tradução: vamos ter milhares de posts e notícias sobre adiamentos e controvérsias com a palavra Zune nos próximos três anos).

Primeiras reacções dos analistas: em vez de combater o iPod, o que é muito duvidoso, o Zune começa logo a ser uma dor de cabeça muito grande para… os parceiros da Microsoft. A Creative Labs, em particular, deve estar a sentir-se bastante traída. E eu não gostaria de trair um parceiro da qualidade da Creative Labs…

(Leituras: GigaOM, Michael Gartenberg no Jupiter Reasearch Analyst Weblog e Technology Expert)