Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

10 de setembro de 2008

Problemas de finalização

Ao terceiro jogo, já se descortinou o que trouxe Carlos Queirós à selecção. Tal como sucedeu com a sua geração de ouro, jogamos fantabulasticamente, temos um meio campo que domina e dá espectáculo e temos a frase “a bola não chega a Hugo Almeida”.

Preparem-se. Vamos ouvir muitas vezes a frase “e a bola não chega a Hugo Almeida”.

Além dos problemas de finalização, também já se percebeu quem é o Ricardo de Queirós. Queirós, o treinador com que “tudo vai ser diferente” e com quem “a selecção vai voltar a estar no topo” (sic).

Queirós, que se compreende agora porque veio: ele acha que o país lhe deve o cargo. É ouvi-lo.