Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

25 de junho de 2010

Da cartilha dos aspirantes ao poder, ou mesmo só à margem dele

Da cartilha dos aspirantes ao poder, ou mesmo só à margem dele, versões tu (esquerda) e você (direita):

Quando a fação que te/lhe prometeu cargo sair derrotada, tratar cada protagonista da fação vencedora de “arrogante sequioso de poder e protagonismo” e variantes. É o mínimo que se espera de ti/si.

“Mais do mesmo”, “partidocracia”, “inapto”, “negociata”, “factos” são excelentes palavras para temperar os ataques de rotina a desferir através da blogosfera: dão o toque-elite, tão imprescindível para o ego suportar os maçadores e longos períodos entre eleições. Mas cuidado!, não se devem usar na televisão, nem mesmo nos jornais diários, onde isso das elites é uma marca pop. Aí fica mal, dá um de ressentido.

(a suivre)