Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

29 de outubro de 2008

Eleições americanas nos meios online

As actuais eleições americanas são um fenómeno mediático invulgar e desta vez foram revolucionadas / revolucionaram a web, tanto a social como a dos meios online tradicionais.

Estes em regra tornaram-se conhecidos por gostarem de reinventar a roda e fingirem para as respectivas audiências serem Os Maiores Inovadores. O mais espantoso é que isto funcionava. Relativamente, mas funcionava. No papel, quero eu dizer. Online… não. Online, todos podemos comparar as rodas e a abundância delas leva uma boa parte das audiências ao enjôo.

É aqui que entra em cena a capacidade criativa.

Tomemos o Público. O Público tem um dossier interno igual aos outros todos, como não podia deixar de ter. Mas adicionou-lhe um blogue. Um blogue normal, se me faço entender. Um blogue com links, com debate, com envolvência na blogosfera.

Não se ficou por aí. Agora, adicionou-lhe uma ideia engraçada. Curiosa. E que tem interesse noticioso, o que dá sempre jeito. A ideia consiste em fazer um gráfico animado.

Bem. Gráficos animados com os resultados das eleições para a presidência americana, vamos ter 500.000 nos próximos dias. Até o blogues os vão produzir.

Então porque é o do Público diferente?

Porque o Público decidiu ver como seria se os portugueses votassem.

O seu mapa é o mapa do eleitorado português. É aí que está a diferença. É aí que está a pertinência.

 

A cobertura nos meios

Grupo RTP: um dossier interno (lista das notícias e videos), blogue dos enviados da RDP (bons, por sinal) e, de há muito, o blogue de Vitor Gonçalves, correspondente nos EUA, votações. Nem um link para fora. Nem mesmo nos blogues, que parecem proibidos de o fazer. Os blogues apresentam na coluna lateral (ou no rodapé) links para os sites oficiais dos candidatos, bem como para outros sítios úteis relacionados com o Governo dos EUA. E, disse-me há pouco o Alexandre Brito, não há nernhum problema em fazer links para fora, desde que se justifique. Óptimo!

SIC: Uma lista das suas notícias e videos relacionados e o blogue de Luis Costa Ribas. Corajoso? Ou um extravagante a quem permitiram fazer links (todos americanos)?

TSF: uma lista das suas notícias.

Vou tentar actualizar esta lista. Agradecem-se adições nos comentários, que serão puxadas (e citadas) para cima. Talvez faça mais alguma coisa no domínio eleicoesamericanas.com, talvez não. Vai depender um bocado do feedback dos meus leitores: valerá a pena?