Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

19 de agosto de 2009

Ler o site de campanha do PSD dá jeito e é útil. Até para assessores de Belém

belem-saobento

Os assessores do meu Presidente ficaram “consternados” e temem estar a ser “vigiados” pelo Governo, quiçá sob escuta.

O caso é grave, muito.

A manchete do Público, irresistível (metade dos jornalistas do país adorariam a oportunidade de caras, e a outra metade adoraria a oportunidade sem ser de caras).

A explicação para tão grave caso está, como se pode ler na notícia, numa informação prestada por dirigentes do PS e que só podia ter sido obtida em circunstâncias extraordinárias. A “perplexidade” atingiu “aqueles que trabalham com o Presidente da República”, quando tomaram conhecimento das declarações, ao Público do sábado passado (dia 15 de Agosto), de José Junqueiro e Vitalino Canas, “denunciando” que “havia assessores de Cavaco Silva a participarem na elaboração do programa do PSD”.

O mesmo membro da Casa Civil da Presidência da República questiona-se sobre estas declarações e afirma: “Como é que os dirigentes do PS sabem o que fazem ou não fazem os assessores do Presidente? Será que estão a ser observados, vigiados? Estamos sob escuta ou há alguém na Presidência a passar informações? Será que Belém está sob vigilância?“.

Admitindo de pronto que essa seria uma hipótese e quiçá mesmo uma solução, penso que não seria necessário recorrer a tão pesados e arriscados meios.

Bastaria ler jornais.

A informação de que “assessores de Belém” estavam a “apoiar” a elaboração do programa do PSD fora publicada uma semana antes. Na página 10, com chamada de capa que diz: BELÉM MUITO ATENTO AO PSD E ÀS SONDAGENS E SARMENTO CRITICA FALTA DE AUTONOMIA PROGRAMÁTICA – FERREIRA LEITE FAZ O PROGRAMA DO PSD COM CATROGA E ASSESSORES DE BELÉM. O facto de o Semanário onde foi publicada ter circulação mínima e não ser reproduzido no seu site na Internet servirá de justificação, creio, para a dúvida dos assessores do Presidente da República. Que, decerto como sinal de poupança nos tempos difíceis que todos vivemos, dispensaram o clipping da Cision.

Há uma alternativa para, doravante, não fazerem má figura. Leiam diariamente o site da campanha do PSD. Nas “Notícias” é reproduzido o clipping. O clipping permite ler os jornais sem a dupla maçada de os pagar e folhear. E no clipping de dia 07/08/09 lá está, bem legível, a informação cuja proveniência secreta levou os assessores a indagarem, muito justamente, se estarão a ser “escutados” e “vigiados”.

Acredite, se ler no site Política de Verdade.