Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

9 de outubro de 2010

Onde está a massa cinzenta, segundo o Nobel? Homem, americano, branco

Quando a História se debruçar sobre a nossa civilização, o Prémio Nobel surgirá, muito justamente, como o seu principal galardão. Mas também como o seu símbolo. Ninguém distingue tão formidavelmente a cultura vencedora do mundo actual como a Real Academia Sueca. O que está certo: Alfred Nobel foi o protótipo do homem vencedor na cultura dominante, fazendo uma imensa fortuna inventando e vendendo uma arma de destruição maciça.

Assim, em cada premiado, todos os anos, a Academia honra o seu patrono escolhendo uma figura à sua imagem e semelhança. Não encontraríamos outro modelo tão acertado.

Então e onde está a massa cinzenta, segundo o Nobel? Sem surpresa alguma, no homem branco americano.

94,95 dos laureados são homens e 5,09 mulheres.

40% de todos os prémios foram para cidadãos americanos.

Os Estados Unidos acumulam mais prémios do que as quatro nações seguintes na lista dos países com mais medalhas.

Das 5+1 categorias em que o prémio se divide, os Estados Unidos Da América são o país que mais arrecadou em 4+1: Paz, Medicina, Química e Física, mais Economia. A França é o país com mais prémios na Literatura, relegando os EUA para uma mísera terceira posição (o Reino Unido é segundo, também na Literatura. O Reino Unido é o segundo, ponto.).

Quem faz a guerra, faz a paz: a nação guerreira do mundo é quem mais prémios da Paz conquistou.

(imagem reproduzida do artigo da BBC which country has the best brains?)