Certamente!

Paulo Querido. Na Internet desde 1989

19 de outubro de 2008

Tomem a nossa informação para as vossas aplicações

Depois da apresentação Jornalismo; uma profissão em mudança, cujas envolventes descrevi sinteticamente aqui, um dos jornalistas que veio falar comigo dava nota do facto de ser impossível, como se fosse contra natura, um jornal a meter links para outro.

Argumentei com todos os pesos pesados, números e estudos de caso para provar o contrário — mas é simplesmente mais forte que tudo isso, o pavor de dizer ao leitor que há uma notícia algures fora do NOSSO jornal cuja leitura se aconselha.

Enquanto os jornais online portugueses teorizam sobre como evitar encontros com o hipertexto, esse grande malandro que nos vai tirar o emprego a todos, o New York Times abre a sua API, anunciada antes do Verão. O que é uma API? Vejam no link a explicação detalhada. Em plain portuguese: tomem lá a nossa informação para as vossas páginas e aplicações e brilhem, rapazes.

Já nem falo em algum dia o Parlamento disponibilizar informação dos plenários e das comissões de forma a poder ser perscrutada de forma útil pela sociedade civil, jornalistas incluídos. Ainda de mandam internet, perdão, internar.

(btw, pergunta: sabe o leitor quantas formas diferentes tem o americano de saber quem financia quem na política do seu país?)